A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Iémen procura paz em Estocolmo

Iémen procura paz em Estocolmo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O futuro do Iémen passa por Estocolmo, palco de mais uma ronda de negociações rumo à paz. Já se encontra uma delegação de rebeldes Houthis na capital sueca e as esperanças renasceram depois da coligação liderada pela Arábia Saudita ter permitido a retirada de insurgentes feridos e das duas partes terem chegado a acordo para uma troca de prisioneiros.

Mina Luqman, é presidente da Fundação Food4humanity, em entrevista à euronews referiu que "as medidas esperadas para restaurar a confiança por agora são a reabertura do aeroporto internacional de Saná, um cessar-fogo e a abertura de corredores humanitários em Taiz."

A guerra civil no Iémen dura já há quatro anos e deixou o país numa situação catastrófica. De acordo com algumas estimativas, o conflito já provocou mais de 50 mil mortos e deixou 13 milhões de pessoas ameaçadas pela fome no país.