Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"Coletes amarelos" juntam-se aos "coletes verdes" pelo clima

"Coletes amarelos" juntam-se aos "coletes verdes" pelo clima
Tamanho do texto Aa Aa

Uma "Marcha pelo Clima" em Katowice, na Polónia, onde tem lugar a COP24. Milhares de ativistas uniram-se no sábado, para que os líderes mundiais estabeleçam metas ambiciosas em relação às alterações climáticas.

"Estamos aqui para protestar. Este é o 24º ano que a cimeira do clima tem lugar e os nossos partidos e governos ainda não conseguiram resolver a questão das alterações climáticas. Os incêndios intensificam-se, as inundações matam comunidades inteiras, os indígenas estão a desaparecer, mas os partidos e os governos não estão a fazer o que é preciso", disse um ativista norte-americano.

O mesmo cenário em Paris. Os ativistas verdes e amigos do ambiente contaram com o apoio dos "coletes amarelos".

"Estou aqui para lutar pela justiça climática, algo que é cada vez mais urgente e parece que não estamos a ser ouvidos por quem está no poder. Então, é normal que a luta se intensifique e também percebo a luta dos "coletes amarelos". No fundo, justiça social e justiça ecológica são a mesma luta. Trata-se de lutar por um futuro melhor", explicou uma ativista parisiense.

As pessoas saíram às ruas aos milhares, pelo menos 17 mil, numa demonstração pacífica para insistir que é urgente tomar medidas para limitar o aquecimento global.