Última hora
This content is not available in your region

Universidades russas atraem cada vez mais estudantes

Universidades russas atraem cada vez mais estudantes
Tamanho do texto Aa Aa

Muniversidades russas, como a Estatal de Moscovo, são conhecidas em todo o mundo. Nos anos 90, por causa da crise, passaram por tempos difíceis. Nos últimos 10 anos, passaram por mudanças radicais.

A Escola Superior de Economia de Moscovo está na lista das 10 melhores universidades da Rússia, mas quer ir mais longe. É uma das fundadoras da Global Universities Association, que tem uma meta muito ambiciosa: entrar nas 100 melhores universidades do mundo.

Yaroslav Kuzminov é Reitor da Universidade:

“É muito importante para nós atrair jovens talentosos de todo o mundo. Em primeiro lugar, temos várias escolas de verão e inverno, nas quais convidamos estudantes estrangeiros e cientistas prestigiados. A segunda abordagem são os concursos e competições científicas internacionais, que organizamos em conjunto com a Global Universities Association. Essa é uma das áreas mais promissoras para atrair talentos".

Na Rússia, existem cerca de 300 mil estudantes estrangeiros. As universidades e laboratórios mais prestigiados estão espalhados pelo país e cada vez há mais estudantes que não escolhem Moscovo. Vão estudar para cidades diferentes, até mesmo no Extremo Oriente da Rússia.

É o caso de Sandro Araujo. É brasileiro e decidiu estudar em Vladivostok, um campus moderno que acolhe cerca de 25 mil estudantes, dos quais, quase 15% são estrangeiros.

"Na América do Sul a educação é muito cara. Às vezes, o que pagamos aqui num ano é igual ao que pagamos lá num mês. É por isso que muita gente de países como o Brasil, a Colômbia ou o Equador, vêm para a Rússia."

Alunos de mais de 70 países do mundo estudam em Vladivostok. Para facilitar o processo de aprendizagem, muitas disciplinas são ensinadas em Inglês.

Os estudantes estrangeiros podem encontrar toda a informação sobre as universidades russas na internet. Existem plataformas que permitem o acesso fácil e rápido às 500 universidades do país.