A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ataque de Estrasburgo fez mais uma vítima mortal

Ataque de Estrasburgo fez mais uma vítima mortal
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os habitantes de Estrasburgo unem-se face ao ataque de terça-feira no famoso mercado de Natal da cidade, que voltou a içar o espectro do terrorismo em França.

As mensagens de homenagem e solidariedade multiplicam-se, no país e além fronteiras, ao mesmo tempo que se eleva o balanço da tragédia: três mortos e 13 feridos, um dos quais se encontra em estado de morte cerebral.

Mais de 700 membros das forças de segurança francesas participam ativamente na busca a Cherif Chekatt, indivíduo de 29 anos identificado como o suposto autor do ataque. As autoridades lançaram um apelo a testemunhas e, sem saberem se Chekatt continua ainda no país, colaboram nomeadamente com a Alemanha e a Suíça, que decidiu também reforçar esta quinta-feira a fronteira.

O suposto atirador tem um longo passado judicial: para além de estar inscrito nos "ficheiros S" franceses, que regrupam indivíduos passíveis de radicalização, conta com 67 antecedentes, incluíndo 27 condenações em França, na Alemanha e na Suíça por delitos do direito comum.