Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Protestos nacionalistas em Bruxelas resultam em confrontos

Protestos nacionalistas em Bruxelas resultam em confrontos
Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de quinze mil pessoas marcharam, em Bruxelas, na Bélgica, contra o acordo de Marraquexe, o Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) para a proteção de migrantes.

O protesto, convocado por nacionalistas belgas da Flandres, contestou a participação da Bélgica neste pacto da ONU, assinado a 10 de dezembro na cidade marroquina.

Mas aquela que, tal como autorizado, era para ser uma manifestação estática, transformou-se numa descida até à Comissão Europeia, onde foram atirados petardos. Como resposta à violência dos confrontos, a polícia acabou por ter de recorrer a canhões de água e ao uso de gás lacrimogéneo.

Numa contra-manifestação, dezenas de organizações cristãs e de centro-esquerda fizeram da mesma cidade o palco de um protesto pacífico. Reconhecem o direito de cada um se opor ao pacto de Marraquexe, mas temem que as vozes da extrema-direita se façam ouvir cada vez mais alto.