A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Breves de Bruxelas": Roménia, Egito e protesto em Roma

"Breves de Bruxelas": Roménia, Egito e protesto em Roma
Direitos de autor
REUTERS/Vincent Kessler
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez à frente da presidência semestral da União Europeia, a partir de 1 de janeiro, a Roménia vai coordenar a agenda de reuniões num momento de grande tensão com a Comissão Europeia.

Em causa está a reforma do sistema judicial e recuos na luta contra a corrupção, muito criticados pelo executivo europeu que, no mês passado, adotou um relatório duro contra o governo de centro-esquerda no poder.

Este é o tema de abertura do programa "Breves de Bruxelas", que passa em revista a atualidade europeia diária. Em destaque estão, também, as seguintes notícias:

  • A chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, recebeu o ministro dos Negócios Estrangeiros do Egito, Sameh Shoukry, quinta-feira, em Bruxelas, para discutir prioridades de cooperação tais como o combate ao terrorismo, a migração irregular e os laços comerciais.
  • Centenas de autocarros turísticos bloquearam o tráfego de Roma, ao longo de várias horas, na quinta-feira, com os motoristas a protestarem contra o plano de proibir estes veículos de acederem ao centro histórico. O objetivo do município é reduzir a poluição sonora e atmosférica, pelos malefícios que causa à população e os danos nos monumentos.