Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

ONGs compensam inação do Estado

ONGs compensam inação do Estado
Tamanho do texto Aa Aa

Cansadas de esperar pela atuação das autoridades em Bucareste, duas romenas, Oana Gheorghiu e Carmen Uscatu, decidiram fundar a ONG Daruieste Viata - que significa "Dar uma Vida" - para recolher fundos para um hospital destinado a crianças com cancro.

A iniciativa de financiamento participativo que lançaram permitiu recolher quatro milhões de euros em apenas três semanas e os trabalhos de construção já estão em curso.

Oana Gheorghiu, ONG Daruieste Viata: "O facto de tantas pessoas doarem para um hospital, quer dizer algo. É quase antinatural que uma ONG construa o primeiro hospital dos últimos trinta anos. É uma chapada na face do Estado romeno."

Noutro bairro de Bucareste, voluntários da associação MagiCAMP ultimam a preparação de um edifício que poderá albergar famílias de crianças que recebem tratamento contra um cancro.

Vlad Voiculescu, MagiCAMP: "Este tipo de projetos é mais do que fazem normalmente as ONGs noutros países. É uma forma de compensar as falhas do Estado romeno."

O projeto de renovação da MagiCAMP recebeu doações de mais de um milhão de romenos.

A parte do Produto Interno Bruto que a Roménia - que assume a 1 de janeiro a presidência rotativa da União Europeia - consagra às despesas de saúde representa menos de um terço da média dos Estados-membros quando, por exemplo, a taxa da mortalidade infantil é o dobro da média europeia.