Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"Mudar a embaixada brasileira para Jerusalém é uma questão de tempo"

"Mudar a embaixada brasileira para Jerusalém é uma questão de tempo"
Tamanho do texto Aa Aa

A mudança da embaixada brasileira de Telavive para Jerusalém já é tema há vários meses, um passo que Bolsonaro disse querer dar, tal como fez Donald Trump nos EUA.

Depois da visita a Israel e do encontro entre Bolsonaro e Benjamin Netanyahu, chega, agora, a confirmação da vontade da mudança, de uma forma mais real: pela boca do próprio governo de Israel.

"Esta é uma parceria que está para acontecer e vai acontecer, aliás, como o Senhor Bolsonaro me disse, esta mudança vai acontecer muito rapidamente", admitiu o primeiro-ministro israelita. "Bolsonaro disse-me que vai transferir a embaixada para Jerusalém, e que essa mudança é apenas uma questão de tempo. O presidente dos EUA disse a mesma coisa e fê-lo, e Bolsonaro também o vai fazer.", concluiu o primeiro-ministro israelita.

É tudo uma questão de tempo para as mudanças políticas de Bolsonaro, uma questão de tempo é também a tomada de posse do novo eleito presidente do Brasil.

Reuters
Militares em BrasíliaReuters

A cerimónia de tomada de posse é já no primeiro dia de 2019 e, quem passa por Brasília, a capital do país, percebe pelas ruas que está tudo pronto.

Foram destacados 3 200 militares para a cerimónia. Segurança que nunca é demais para o governo eleito, desde o ataque com faca que internou Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral.

Na cerimónia vão estar presentes vários chefes de estado, incluindo o primeiro-ministro israelita, o presidente português Marcelo Rebelo de Sousa e Viktor Orban, primeiro-ministro da Hungria.