Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Autoridades alemãs e holandesas procuram contentores que caíram ao mar

Autoridades alemãs e holandesas procuram contentores que caíram ao mar
Tamanho do texto Aa Aa

Brinquedos, sapatos, almofadas ou até televisores. Nas praias da costa norte da Holanda já se avistam de longe alguns dos objetos que se encontravam dentro do porta-contentores MSC Zoe.

Na quarta-feira, o navio foi atingido por uma tempestade e perdeu, pelo menos, 270, contentores nas águas alemãs do mar do Norte. Alguns contentores acabaram por ser arrastados para sudoeste.

"A poluição na ilha frísia de Terschelling espalhou-se ao longo de uma faixa de 20 quilómetros. Isso quer dizer que afetou a praia, as dunas e a área atrás das dunas. O vento espalhou plástico e esferovite. Também chegou ao mar de Wadden e à costa frísia", sublinhou Bert Wassink, autarca de Terschelling, a segunda maior das Ilhas Frísias Ocidentais.

Juntamente com a Alemanha, as autoridades holandesas prosseguem as buscas na área das ilhas Frísias Ocidentais para localizar grande parte dos contentores. Até porque esta quinta-feira foi encontrado um saco com 25 quilogramas de peróxido orgânico na praia de uma ilha no norte da Holanda.

Foi libertado do interior de um dos contentores mas as autoridades conseguiram neutralizar a ameaça sem incidentes, deixando ao mesmo tempo alertas de cautela à população.

Pelo menos três contentores podem conter produtos químicos perigosos.

Residentes e turistas tentam ajudar as autoridades nas ilhas frísias ocidentais em operações de limpeza perante a ameaça de derrame de materiais perigosos.