Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Ciberataque leva Alemanha a pedir ajuda à norte-americana NSA

Ciberataque leva Alemanha a pedir ajuda à norte-americana NSA
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades alemãs solicitaram auxílio à agência de segurança nacional dos Estados Unidos (NSA) depois de piratas informáticos terem publicado dados privados de centenas de políticos e personalidades da Alemanha. A informação é avançada pelo jornal Bild.

Naquele que será o maior crime do género no país, os investigadores pretendem também que a rede social Twitter forneça dados e encerre as contas que divulgaram os dados onde se incluem por exemplo telefones, moradas e protocolos de mensagens digitais da chanceler Ângela Merkel.

Em 2015 ocorreu um ataque idêntico contra o Bundestag. Na altura, a multinacional de defesa e cibersegurança "Trend Micro" apontou a autoria desse e outros crimes ao grupo Pawn Storm, com ligações à Rússia, cujo governo sempre negou qualquer implicação.

O mal-estar é evidente e os olhares dirigem-se para a agência federal alemã para a segurança informática (BSI). A BSI garante que dificilmente poderia ter prevenido, apesar de terem recebido informações sobre atividades suspeitas que se revelaram agora estarem ligadas a este roubo informático sensível em grande escala.

O ministro do Interior encontra-se sob pressão. De acordo com a imprensa local, Horst Seehofer declarou que se vai reunir-se com a BSI para a meio da semana informar o público com rigor sobre o que aconteceu e o que está a ser feito.