Última hora

Última hora

Estudante de 20 anos confessa ataque informático na Alemanha

Montagem com homem com portátil e código informático
Montagem com homem com portátil e código informático
Tamanho do texto Aa Aa

Tem apenas 20 anos e mora em casa dos pais o responsável por um dos maiores ataques informáticos na Alemanha.

A revelação feita pelas autoridades alemãs acaba com o mistério sobre quem divulgou na internet os dados pessoais de figuras públicas, jornalistas e políticos, incluindo da chanceler Angela Merkel.

Denominando-se "G0d", o pirata informático publicou no Twitter números de telefone, moradas, dados de cartões de crédito, fotografias e comunicações privadas.

O procurador federal da Alemanha, Georg Ungefuk adianta que "no curso do processo, o acusado disse que agiu sozinho. Até o momento não encontramos nenhum indício de envolvimento de terceiros."

O estudante, cuja identidade não foi divulgada, justificou o que fez por se ter sentido irritado com declarações feitas pelas figuras públicas que atacou.

Quase mil pessoas foram afetadas.

Depois de colaborar com as autoridades, o jovem foi libertado e vai agora responder na justiça por espionagem e publicação de dados não autorizada.

O caso está a ser visto como um embaraço para as autoridades de segurança cibernética alemãs.

O ministro alemão do Interior, Horst Seehofer, promete que "tentaremos fazer tudo o que for humanamente possível para garantir a segurança, mas é impossível prometer segurança absoluta, especialmente na Internet."

O ministro revelou também que vai apresentar uma nova legislação de proteção de dados nos próximos seis meses.

O ataque alarmou a classe política no país e muitas figuras de destaque apagaram as contas nas redes sociais Twitter e Facebook.