A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

França homenageia vítimas do ataque ao Charlie Hebdo

França homenageia vítimas do ataque ao Charlie Hebdo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

França prestou, esta segunda-feira, homenagem às 11 vítimas mortais do atentado terrorista ao jornal satírico Charlie Hebdo, no dia sete de janeiro de 2015, em Paris.

Jornalistas, cartoonistas, líderes religiosos e políticos marcaram presença, esta manhã, na capital francesa.

As cerimónias foram lideradas pela presidente da Câmara Municipal de Paris, Ana Hidalgo, e pelo ministro francês do Interior, Christophe Castaner, que, no Twitter, publicou a lista com os nomes das 11 vítimas.

Há quatro anos, os irmãos Saïd e Cherif Kouachi entraram na redação do Charlie Hebdo, armados com metralhadores e dispararam, enquanto gritavam "Allahu Akbar" - Alá é grande.

Este foi o primeiro de uma série de atentados em França. Desde então, o país mantém-se em alerta máximo para violência terrorista.