Última hora

Última hora

Bombeiros evacuavam o prédio na altura da explosão mortal em Paris

Bombeiros evacuavam o prédio na altura da explosão mortal em Paris
Tamanho do texto Aa Aa

Tal como tinha anunciado o ministro do Interior francês, o balanço de vítimas mortais da explosão no centro de Paris não parou de aumentar. Registam-se, pelo menos, três mortos: dois bombeiros e uma cidadã espanhola. Há cerca de cinco dezenas de feridos, dez dos quais em estado grave.

"Ouvi uma grande explosão. Senti-me como se estivesse a ser pressionado. Havia fumo negro e vidro em toda a parte. Só tive tempo de me baixar e proteger a cabeça", contou-nos uma testemunha.

Senti-me como se estivesse a ser pressionado. Havia fumo negro e vidro em toda a parte.

Pedro Gonçalves Testemunha da explosão na Rue Trévise, Paris

Ao que tudo indica, a deflagração ocorreu num momento em que uma equipa de bombeiros evacuava a zona em torno de um prédio do nono bairro da capital francesa, por causa de uma fuga de gás. No mesmo edifício situa-se também uma padaria e um restaurante.

"O que podemos dizer nesta altura é que a origem é claramente acidental. Tudo indica uma fuga de gás. Mas temos de ser cautelosos porque há investigações em curso para determinar a origem exata deste incêndio dramático, desta explosão...", declarou o procurador de Paris, Rémy Heitz.

A Câmara de Paris abriu uma célula de assistência aos residentes que foram retirados da área em torno deste troço da Rue Trévise e que ficaram desalojados.