A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Le Pen avisa que extrema-direita "está a chegar" ao Parlamento Europeu

Le Pen avisa que extrema-direita "está a chegar" ao Parlamento Europeu
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Marine Le Pen garante que os partidos de extrema-direita estão a chegar ao Parlamento Europeu.

A líder da União Nacional, em França, arrancou este domingo com a campanha para as eleições de maio e avisou que vai haver uma batalha entre nacionalistas e globalistas em Estrasburgo.

O eurodeputado social-democrata Jo Leinen diz que "há um enorme abuso dos privilégios e capacidades do parlamento por aqueles que não querem a Europa. Porque é que deveriam fazer um esforço, porque é deveriam trabalhar aqui, se usam as cadeiras do Parlamento e o grupo parlamentar como uma plataforma para o anti-trabalho e os antislogans. É realmente preocupante se forem mais eleitos na próxima legislatura. Vão tornar as coisas ainda mais difíceis do que já são."

Le Pen espera que os franceses aproveitem as eleições para mostrar o descontentamento em relação ao Presidente Emmanuel Macron e assim começar também a desenhar-se um novo mapa político em França e na Europa.

A eurodeputada britânica Rebbeca Harms considera que "é errado embarcar nesta onda de histeria de que algo mudará realmente na União Europeia. Em vez de se pintar tudo a preto ou castanho, os pró-europeus deveriam pensar antes em fazer mais propostas concretas para os cidadãos europeus e explicar por que deveriam votar neles."

Le Pen já se mostrou solidária com os coletes amarelos, que nas últimas semanas se têm manifestado em França, e apelou a que votem no seu partido nas próximas eleições.