Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Stefan Löfven reconduzido como primeiro-ministro da Suécia

Stefan Löfven reconduzido como primeiro-ministro da Suécia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de umas eleições inconclusivas e de quatro meses de impasse, o Parlamento sueco reconduziu Stefan Löfven para um segundo mandato como primeiro-ministro. Um governo minoritário que é possível graças a um acordo com os Verdes, e os apoio dos Liberais e dos Centristas, para impedir que os democratas suecos anti-imigração assumissem o poder.

O social-democrata ocupava o cargo desde setembro, mas interinamente, depois da aprovação de uma moção de censura contra o seu executivo.

Não foi fácil pôr fim à complicada situação que o país vivia, a maioria dos deputados - 153 contra 115 - voltou a votar contra mas as 77 abstenções permitiram, e em concordância com a lei sueca, ser eleito já que conseguiu não ter a maioria parlamentar contra si.

Foi a terceira votação desde as eleições Legislativas de setembro, em que o bloco de esquerda de Löfven, cujo partido foi o mais votado, conquistou 144 cadeiras contra 143 da Aliança e 62 da extrema-direita.