Última hora

Última hora

Milhares de polacos dizem adeus ao autarca assassinado

Milhares de polacos dizem adeus ao autarca assassinado
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas acompanharam a homenagem final ao presidente da câmara de Gdansk esfaqueado num espetáculo de solidariedade.

Profundamente comovidos, muitos polacos reuniram-se na basílica de Gdansk, sábado, para se despedirem de Pawel Adamowicz.

Várias personalidades, incluindo os ex-presidentes Lech Walesa e Aleksander Kwasniewski, estiveram na cerimónia e ouviram as palavras de despedida da esposa de Pawel Adamowicz.

"Você começou a construir pontes para parar a onda de ódio. Meus queridos, os vossos pensamentos dão-nos força e essa força é indispensável para nós, agora, porque tempos difíceis estão a chegar," afirmou a viúva de Pawel Adamowicz, magdalena Adamowicz.

Écrans gigantes foram montados em diferentes pontos da cidade para acompanhar a cerimónia. Fotos do autarca foram colocadas em várias lojas, cafés e restaurantes.

"Estamos de luto e estamos muito tristes. Não consigo concentrar-me no trabalho e nas minhas obrigações diárias, é como se um membro da família nos deixasse," revelou um habitante de Gdansk.

"Espero que esta morte ajude a remover ou, pelo menos, limitar a linguagem do ódio. Mas é triste que tenhamos que esperar por uma tragédia para nos unirmos,"declarou uma residente de Gdansk.

As cinzas de Pawel Adamowicz foram enterradas na Basílica de St. Mary.