A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Rainha entra (subtilmente) no debate do Brexit

Rainha entra (subtilmente) no debate do Brexit
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os apelos à concórdia, no Reino Unido, chegam agora da pessoa mais respeitada em todo o país e acima de qualquer partido: A própria Rainha Isabel II. A soberana fez um discurso no Instituto das Mulheres de Norfolk onde, mesmo sem referir especificamente o Brexit, disse que "a melhor receita, numa altura em que se procuram respostas, é sempre respeitar o outro e os diferentes pontos de vista e procurar um entendimento".

O correspondente da euronews em Londres, Vincent McAvinney, comentou as palavras da Rainha: "Ela não se levantou no parlamento e disse isto ou algo parecido, não teria sido apropriado. Falou de forma muito subtil. Mas não há dúvidas de que está a falar das atuais divisões no país, numa altura em que Theresa May se prepara para o segundo voto no acordo de saída da União Europeia".

Depois de uma primeira rejeição no parlamento do acordo alcançado entre o governo de May e a União Europeia, os britânicos estão agora perante várias hipóteses, que vão de um Brexit sem acordo a um novo referendo, que pode vir a reverter o processo.

Se o calendário for cumprido, o Reino Unido deve deixar a União Europeia no dia 29 de março, cumprindo a vontade que os britânicos expressaram em referendo, há quase dois anos.