Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Rainha entra (subtilmente) no debate do Brexit

Rainha entra (subtilmente) no debate do Brexit
Tamanho do texto Aa Aa

Os apelos à concórdia, no Reino Unido, chegam agora da pessoa mais respeitada em todo o país e acima de qualquer partido: A própria Rainha Isabel II. A soberana fez um discurso no Instituto das Mulheres de Norfolk onde, mesmo sem referir especificamente o Brexit, disse que "a melhor receita, numa altura em que se procuram respostas, é sempre respeitar o outro e os diferentes pontos de vista e procurar um entendimento".

O correspondente da euronews em Londres, Vincent McAvinney, comentou as palavras da Rainha: "Ela não se levantou no parlamento e disse isto ou algo parecido, não teria sido apropriado. Falou de forma muito subtil. Mas não há dúvidas de que está a falar das atuais divisões no país, numa altura em que Theresa May se prepara para o segundo voto no acordo de saída da União Europeia".

Depois de uma primeira rejeição no parlamento do acordo alcançado entre o governo de May e a União Europeia, os britânicos estão agora perante várias hipóteses, que vão de um Brexit sem acordo a um novo referendo, que pode vir a reverter o processo.

Se o calendário for cumprido, o Reino Unido deve deixar a União Europeia no dia 29 de março, cumprindo a vontade que os britânicos expressaram em referendo, há quase dois anos.