Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

O panorama dos salários mínimos na Europa

O panorama dos salários mínimos na Europa
Tamanho do texto Aa Aa

O aumento previsto do salário mínimo na Grécia trouxe boas notícias para muitas pessoas asfixiadas pela crise no país. Mas a bonificação de 11%, passado dos 586 para os 650 euros, pouco ou nada influi na posição do país em relação a outros estados europeus.

De acordo com o Eurostat, o gabinete de estatísticas da União Europeia, é no Luxemburgo que se aufere o salário mínimo mais elevado a nível europeu (1998,59 euros). A Holanda (1615 euros), a Irlanda (1563,25 euros), que também atravessou um período de austeridade, França (1522 euros) e Alemanha (1498 euros) seguem-se evidenciando a disparidade face aos países do sul da Europa.

Em Portugal (600 euros), apesar de aumentos, o salário mínimo continua a ser o mais baixo se comparado com a Grécia (650 euros) e Espanha (900 euros).

O Governo estima que o aumento para 600 euros em 2019 beneficiará mais de 750 mil trabalhadores.

"Os países do sul da Europa foram torturados ao longo dos últimos anos pela crise financeira. Portugal e Espanha aumentaram os salários mínimos o que significa que estes países procuram aproximar-se do ritmo dos países do Norte", sublinhou, em entrevista à Euronews, Christos Gkotsis, presidente da Comissão Helénica do Mercado de Capitais.

Mas ainda há, seguramente, um longo caminho a percorrer.

Na Europa central e do leste é notória uma tendência de aumento do salário mínimo.

Na Hungria, na Polónia ou na Eslováquia houve mexidas. E na República Checa o executivo anunciou um aumento do salário mínimo para 518 euros depois de meses intensos de debates com sindicatos e federações patronais.

Notícias animadoras mas que deixam claro que a ginástica financeira é para manter.