Última hora

Última hora

Liam Neeson acusado de racismo por querer "matar um negro"

Liam Neeson acusado de racismo por querer "matar um negro"
Tamanho do texto Aa Aa

O ator Liam Neeson está a ser alvo de acusações de racismo por parte de ativistas dos direitos civis e muitos cidadãos nas redes sociais.

No meio de entrevistas promocionais sobre o seu mais recente filme, "Vingança Perfeita" - que estreia esta quinta-feira em Portugal, o norte-irlandês confessou ter tido vontade de matar um homem negro ao acaso.

A revelação surgiu em declarações ao jornal The Independent quando o ator, de 66 anos, contou a história de uma amiga que foi violada há cerca de 40 anos e que disse que o responsável era um negro.

Neeson assumiu o instinto "primitivo" de violência e a "vergonha" dessa atitude: "Durante uma semana, vagueava para cima e para baixo com um bastão, na esperança de ser abordado por alguém. Na esperança - e tenho vergonha de o admitir - de que um 'sacana de um negro' saísse de um bar e se metesse comigo por uma razão qualquer, percebe? Só para que... [pausa] pudesse matá-lo".

No entanto, a Internet não perdoa facilmente e Liam Neeson viu a estreia do filme em Nova Iorque ser cancelada por esta controvérsia a apenas duas horas do início da cerimónia.