Última hora

Última hora

Mobilização pró-lei do aborto volta às ruas da Argentina

Mobilização pró-lei do aborto volta às ruas da Argentina
Tamanho do texto Aa Aa

Os lenços verdes que se tornaram o símbolo dos militantes pró-lei do aborto estão de volta às ruas da Argentina.

Milhares de pessoas manifestaram-se diante do parlamento para assinalar o Dia de Ação Verde pelo Direito ao Aborto.

Uma mobilização que marca o arranque da campanha pública para a apresentação em março de novo projeto de descriminalização do aborto até às 14 semanas de gravidez pela vontade da mãe.

Atualmente, a lei permite apenas o recurso em caso de malformação do feto, violação e risco de morte para a progenitora.

A interrupção voluntária da gravidez marcou o debate político argentino em 2018. A Câmara baixa do parlamento aprovou o projeto-lei em junho, com 131 votos a favor e 123 contra, mas o Senado acabou por rejeitar em agosto a legalização, numa votação que se prolongou por mais de 16 horas e que terminou com o resultado de 38 votos contra e 31 a favor.

A maré verde, como ficou então conhecida a mobilização pró-aborto, prometeu voltar e com o início de novo ano legislativo na Argentina, o projeto foi alvo de alguns retoques para poder ser finalmente aprovado.