Última hora

Última hora

Eleições presidenciais na Nigéria

Eleições presidenciais na Nigéria
Direitos de autor
REUTERS/Afolabi Sotunde
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 70 milhões de eleitores vão escolher o novo presidente da Nigéria e os representantes das duas câmaras do parlamento. As eleições estavam previstas para o dia 16, mas a Comissão Eleitoral anunciou o adiamento a poucas horas da abertura das urnas. A Comissão justificou a decisão com as dificuldades técnicas para transportar o material eleitoral até os 120 mil locais de voto distribuídos por todo o país.

Os nigerianos escolhem o novo presidente entre o número recorde de 73 candidatos.

O atual presidente e candidato à reeleição, Muhammadu Buhari, votou cedo na cidade de Daura, no noroeste do país. Com 76 anos, Buhari pede um segundo mandato para concluir o trabalho em duas áreas prioritárias: a luta contra o grupo jihadista Boko Haram e corrupção endémica no país.

Buhari, tem como principal adversário o candidato da oposição, antigo vice-presidente e empresário Atiku Abubakar, de 72 anos

O presidente pediu aos nigerianos para “participarem e votarem” e prometeu a segurança adequada para as eleições.

Esta manhã, horas antes da abertura das urnas, várias explosões foram ouvidas no nordeste do país. A polícia local já descartou um ataque garantindo que "a segurança pública" não está em risco.