EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Equipa de televisão dos EUA deportada

Equipa de televisão dos EUA deportada
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As autoridades venezuelanas deportaram a equipa do canal de televisão dos EUA Univision.

PUBLICIDADE

As autoridades venezuelanas deportaram a equipa do canal de televisão dos EUA Univision, que emite em língua espanhola, liderada pelo jornalista Jorge Ramos. O grupo tinha estado retido na residência oficial do chefe de Estado, durante cerca de duas horas, após uma entrevista a Nicolás Maduro:

"Não nos apresentaram os motivos, limitaram-se a dizer-nos que tínhamos sido expulsos do país. Isto acontece depois de uma entrevista que fizemos no Palácio de Miraflores a Nicolás Maduro.

Mostrei um vídeo a Nicolás Maduro de umas crianças a comerem de um camião do lixo. Ele não gostou e acabou ali a entrevista, levantou-se e foi-se embora. E nesse momento eu disse-lhe: "é isso que fazem os ditadores, não os democratas", explica o pivot do canal hispânico de televisão.

A relação entre o governo de Maduro e os meios de comunicação social ocidentais há muito que é tensa. Este tipo de detenções, chamemos-lhes de curta-duração, seguidas de deportação, tornaram-se comuns.

As crispações entre Caracas e Washington são também conhecidas e agudizaram-se com o reconhecimento de Juan Guaidó como presidente interino do país, pelas autoridades locais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

150 deserções no exército venezuelano só no fim de semana

Nicolás Maduro corta relações com a Colômbia

Venezuela desqualifica candidata presidencial da oposição María Corina Machado