A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Macri defende plano de austeridade

Macri defende plano de austeridade
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Austeridade apesar da crise económica.

No tradicional discurso do Estado da Argentina, o presidente Mauricio Macri afirmou que “hoje a situação está melhor do que em 2015” quando assumiu a presidência. Defendeu as políticas de contenção apesar de, em 2018, a atividade económica ter caído 2,6% e a inflação ter atingido os 47,6%. Admitindo o aumento da pobreza nos últimos anos, o presidente anunciou um aumento de 46% no benefício social por filho.

No Congresso, Macri fez um discurso otimista e em clima de campanha para as eleições gerais de 27 de outubro.

No Congresso, o presidente enfrentou os protestos da oposição. Nas ruas, milhares de pessoas manifestaram-se contra as políticas de austeridade que atingem a terceira maior economia da América Latina.