Última hora

Última hora

Padrinho da máfia Camorra detido

Padrinho da máfia Camorra detido
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia italiana deteve o chefe da máfia napolitana Camorra.

Marco Di Lauro, que estava em fuga desde 2004, era considerado como o número dois dos criminosos italianos mais perigosos, ficando apenas atrás do mafioso siciliano Matteo Messina Denaro.

A detenção ocorreu no sábado, num bairro da periferia de Nápoles, no sudeste de Itália.

O ministro italiano do Interior, Matteo Salvini, agradeceu aos agentes envolvidos nesta operação que considerou "importantíssima".

Em 2004, Marco Di Lauro conseguiu escapar a uma grande operação policial, conhecida como "noite das algemas". Em 2010, um informante atribuiu-lhe, pelo menos, quatro assassinatos.

Em 2012, foi condenado à revelia, por um tribunal de Nápoles, a prisão perpétua.

Marco Di Lauro assumiu a chefia da Camorra após a prisão do pai, Paolo Di Lauro, em 2005, o homem, que inspirou a série de televisão Gomorra, e foi condenado a várias penas de prisão perpétua, pelos seus crimes.

Pelo menos 130 pessoas morreram num conflito sangrento de poder depois que o clã Amato-Pagano se separou do clã Di Lauro em 2004.