A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

População abandona último bastião do Estado Islâmico

População abandona último bastião do Estado Islâmico
Direitos de autor
REUTERS/Rodi Said
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de pessoas, incluindo um grande número de mulheres e crianças, abandonaram nas últimas 24 horas o último reduto do Estado Islâmico na Síria, onde as forças apoiadas pelos Estados Unidos esperam retomar em breve o derradeiro assalto contra o grupo extremista.

Nos últimos dias, mais de 7000 civis fugiram do bastião "jihadista" na aldeia de Baghouz, no extremo oriental do país.

A evacuação maciça tinha obrigado, no passado domingo, os combatentes curdos e árabes das Forças Democráticas Sírias a reduzir as operações de combate contra os extremistas, concentrando-se entretanto na identificação de potenciais "jihadistas" que tentariam escapar entre os deslocados.