EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Orbán retrata-se do caso "idiotas úteis" no PPE

Orbán retrata-se do caso "idiotas úteis" no PPE
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As formações que integram o Partido Popular Europeu reúnem-se em Bruxelas no próximo dia 20 para deliberar sobre a eventual permanência do Fidesz na família política. PSD e CDS-PP pediram a expulsão

PUBLICIDADE

Talvez tenha sido do calor do momento mas Viktor Orbán não queria dizer exatamente o que disse e a culpa é de Lenine.

Numa carta enviada aos líderes das 13 formações do Partido Popular Europeu, o primeiro-ministro húngaro pediu desculpa e disse que a expressão "idiotas úteis" faz parte de uma citação do líder russo. Referiu-se com ela, sublinhou Orbán a uma certa atitude política e não a políticos concretos.

Pede, por isso, aos conservadores que não se sintam visados nem ofendidos, e que reconsiderem a proposta de explusão do Fidesz do grupo pelas políticas e mensagens nacionalistas e críticas à União Europeia.

Os partidos pediram a expulsão depois de uma campanha pública do partido húngaro, com cartazes, que acusa o presidente da Comissão Europeia de ter um plano "conspirativo" para obrigar os Estados membros a acolher emigrantes e refugiados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cheias fazem cinco mortos na Alemanha, Áustria fecha Danúbio à navegação devido à subida das águas

Televisão pública húngara emite debate político pela primeira vez em 18 anos

Na Hungria, uma nova oposição liderada por Péter Magyar desafia Viktor Orbán