Última hora

Última hora

Só um soldado britânico acusado pelo "Domingo Sangrento"

Só um soldado britânico acusado pelo "Domingo Sangrento"
Tamanho do texto Aa Aa

Apenas um dos 17 soldados britânicos alegadamente envolvidos no chamado massacre do Domingo Sangrento, na Irlanda do Norte, vai ser julgado. O ex-paraquedista é acusado de dois homicídios e da tentativa de homicídio de quatro pessoas.

Nos outros 16 casos, o Ministério Público considerou não ter provas sólidas para avançar com a acusação.

O Domingo Sangrento foi um dos dias mais negros do conflito entre a Irlanda do Norte e o resto do Reino Unido. No dia 30 de janeiro de 1972, soldados do Exército britânico dispararam contra um grupo que se manifestava no bairro de Bogside, onde o IRA tinha forte apoio. Os manifestantes estavam desarmados e alguns terão sido alvejados pelas costas. 14 pessoas morreram.