Última hora

Arroz colombiano beneficia de tecnologia japonesa

Arroz colombiano beneficia de tecnologia japonesa
Tamanho do texto Aa Aa

Os agricultores colombianos estão em luta contra as alterações climáticas. Para fazer face a épocas de chuva demasiado húmidas e verões excessivamente quentes, têm do seu lado investigadores japoneses que os estão a ajudar a produzir arroz com menos água.

Num centro de investigação em Saldaña, investigadores colombianos e japaneses reunem esforços para desenvolver e testar novos tipos de arroz mais resistente às secas e doenças.

Com o apoio da empresa nipónica PS Solutions e da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) estão também a usar o e-kakashi, um sistema de tecnologia integrada, que, através de uma aplicação de telem´óvel, permite monitorizar os solos, averiguando, por exemplo, a temperatura e a humidade. Os agricultores podem usar toda a informação recolhida e regular de forma mais eficiente o cultivo.

Em Ibagué já há deste novo arroz a despontar, permitindo uma poupança de água e fertilizantes. Para os agricultores tem sido mais fácil lidar com o mau tempo, graças à agrotecnologia desenvolvida com os japoneses.

As relações entre os dois países são centenárias. De acordo com a associação colombiana de produtores de arroz, a Fedearroz, a parceria do projeto de desenvolvimento tem permitido ganhar produtividade e aumentar as trocas comerciais, num momento que se discute a possibilidade do fim das taxas alfandegárias entre os dois países.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.