A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Mais de 100 detidos em protestos na Nicarágua

Mais de 100 detidos em protestos na Nicarágua
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos pela libertação de presos políticos na Nicarágua resultaram, de acordo com a polícia local, em 107 detidos.

Os manifestantes saíram às ruas este sábado, já depois de o presidente Daniel Ortega ter acedido às exigências da oposição e libertado 50 pessoas, no dia anterior, e outras 100 em fevereiro. Estima-se que 600 permaneçam detidas.

"Quero apoiar os presos políticos, queremos a libertação de todos eles, porque não temos medo. Vamos mostrar a Ortega que as pessoas não têm medo. Viva a Nicarágua livre!", grita uma manifestante, na rua.

O clima de tensão no país reacendeu depois das manifestações do ano passado contra as políticas de Ortega, onde várias pessoas foram mortas.

O presidente mostrou já disponibilidade para uma reforma das instituições do Estado, mas apenas depois das eleições presidenciais de 2021.