A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Estado Islâmico reivindica atentado em Cabul

Estado Islâmico reivindica atentado em Cabul
Direitos de autor
REUTERS/Mohammad Ismail/File Photo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Várias explosões abalaram esta quinta-feira a capital afegã.

As explosões ocorreram nas proximidades de um cemitério e local sagrado xiitas.

As autoridades já confirmaram seis mortos e pelo menos 23 feridos.

A vaga de explosões coincide com as celebrações do ano novo persa.

As autoridades afirmam que três bombas de morteiro teriam sido disparadas contra edifícios civis e grupos de pessoas que celebravam o ano novo persa.

A autoria das explosões já foi reivindicada pelo grupo terrorista Estado Islâmico.

Este ataque tem lugar duas semanas após um outro atentado contra a minoria xiita no país e que resultou em 11 mortos. Este ataque foi igualmente reivindicado pelo Estado Islâmico.