Salvini concede cidadania italiana a filho de pais egípcios

Salvini concede cidadania italiana a filho de pais egípcios
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O ministro italiano do Interior referiu que Ramy Shehata "entende bem os valores do país" e é "como um filho", "um herói"

PUBLICIDADE

É conhecido pela postura anti-imigração mas esta quarta-feira Matteo Salvini, o ministro italiano do Interior, concedeu a cidadania ao jovem Ramy Shehata, estudante nascido em Milão em 2005 e filho de pais egípcios.

Ramy tornou-se um herói nacional depois de conseguir telefonar para as autoridades e alertar para o sequestro de várias crianças a bordo de um autocarro, na semana passada.

"Para as crianças que não são cidadãos italianos estudámos a forma de fazê-los tornar-se cidadãos italianos sem mudar as regras do país. A lei da nacionalidade italiana funciona muito bem como está neste momento. Por isso não há debate", sublinhou o ministro italiano do Interior.

A lei estabelece que os filhos de imigrantes só poderão requerer a cidadania italiana ao atingirem a maioridade e depois de demonstrarem ter vivido de forma continuada no país. Ramy antecipou-se porque conseguiu esconder um telefone depois do condutor do autocarro escolar em que seguiam mais de meia centena de crianças ameaçar pegar fogo ao interior.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Família italiana libertada após quase dois anos em cativeiro no Mali

Alessandra Mussolini foi insultada e agredida em Estrasburgo

Croata bate recorde mundial de mergulho em apneia no gelo