Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

ONU exige fim da violência na Líbia

ONU exige fim da violência na Líbia
Direitos de autor
REUTERS/Isamil Zitouny
Tamanho do texto Aa Aa

As tropas do general Khalifa Haftar garantiram o sucesso da ofensiva sobre Tripoli e anunciaram que com "uma investida perigosa” conseguiram entrar na periferia sul da capital da Líbia.

Haftar, que conta com o apoio do Egito e dos Emirados Árabes Unidos, espera unificar o território com o uso da força e derrubar o governo apoiado pelas Nações Unidas.

A escalada de tensão no país coincidiu com a primeira visita de um secretário-geral da ONU desde a queda do regime de Kadafi.

Em declarações aos jornalistas, no aeroporto de Benghazi, depois de um encontro com Khalifa Haftar, António Guterres disse que partia com uma profunda preocupação e o coração pesado. Guterres espera que ainda seja possível evitar confrontos armados na região de Tripoli e sublinha que "as Nações Unidas continuam disponíveis para facilitar qualquer solução política"

O governo de Fayez al-Sarraj, apoiado pela ONU, teme uma nova guerra civil. A comunidade internacional repete os apelos para o fim da ofensiva.

Os dois lados do conflito confirmaram confrontos violentos, esta sexta-feira, cerca de cinquenta quilómetros a sul da capital.