Última hora

Última hora

PR angolano confia na justiça e na cooperação "aberta" com Portugal

PR angolano confia na justiça e na cooperação "aberta" com Portugal
Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente angolano não está preocupado com as relações judiciais entre Portugal e Angola.

A garantia foi dada pela ministra portuguesa da Justiça que se reuniu esta quarta-feira com João Lourenço, no Palácio Presidencial, em Luanda.

Francisca Van Dunem entregou ao Chefe de Estado uma carta do primeiro-ministro António Costa e revelou que falou sobre cooperação judicial entre os dois países com João Lourenço, mas que não foram abordados casos polémicos recentes, como o do ex-vice-presidente angolano Manuel Vicente.

"Nem o senhor Presidente [angolano] nem eu desenterramos casos do passado. Quer na conversa que tive com o senhor Presidente, quer nas conversas que tenho tido com as autoridades angolanas, em particular com o meu colega de Angola [Francisco Queirós], a nossa grande preocupação é sedimentarmos o presente e construirmos um futuro em grande articulação e harmonia."

Francisca Van Dunem fica em Angola até esta quinta-feira.

Uma visita para definir o calendário de concretização das metas estabelecidas nos protocolos assinados entre Portugal e Angola, na área da Justiça.