A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

no comment

Greenpeace protesta contra o petróleo em Paris

Ativistas da Greenpeace, em Paris, impediram que centenas de funcionários entrassem na sede do banco francês Société Générale, da concessionária estatal EDF e da gigante do petróleo Total.

A organização ambiental protestava contra as empresas ligadas à indústria de petróleo e gás, que o grupo diz ser uma força motriz no aquecimento global.

Nos vidros da fachada, os manifestantes colaram cartazes gigantes com a imagem do presidente francês Emmanuel Macron, onde se podia ler "Macron, presidente dos poluidores".

O protesto aconteceu no momento em que o presidente-executivo da Total, o diretor da companhia petrolífera estatal de Angola Sonangol e o presidente da Corporação Nacional de Petróleo da Líbia iriam participar num encontro anual sobre petróleo, em Paris.

Mais vídeos No Comment