A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Aumentam os atentados contra cristãos

Aumentam os atentados contra cristãos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Está a aumentar o número de cristãos mortos no mundo por causa da fé religiosa.

O relatório anual da Organização Não Governamental “Open Door” sobre perseguições a cristãos no mundo sublinha também que os ataques em dias de feriados religiosos estão a aumentar.

O massacre no Sri Lanka, este domingo de Páscoa, lembrou o atentado na Sexta-Feira Santa de 2015, no Quénia. Morreram 147 pessoas, na maioria estudantes, no ataque do grupo islâmico somali 'shebab', na Universidade católica de Garissa, no leste do país.

No Domingo de Ramos de 2017, o Estado Islâmico reivindicou os ataques a duas igrejas cristãs no Egito. Morreram 45 pessoas.

Na Páscoa de 2016, um atentado suicida num parque em Lahore, no Paquistão, fez 75 mortos. O atentado foi reivindicado por uma fação do movimento Talibã Paquistanês.

Há muitos ataques que acontecem fora dos períodos de celebração religiosa, como o que aconteceu este ano, em janeiro, nas Filipinas. Pelo menos 21 pessoas morreram no duplo atentado durante uma missa na catedral da cidade de Jolo.

O ataque foi reivindicado pelo Estado Islâmico.