Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Espanhóis aguardam o primeiro dos grandes debates eleitorais

Espanhóis aguardam o primeiro dos grandes debates eleitorais
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

É uma segunda-feira importante para o eleitorado espanhol. O primeiro debate antes das eleições gerais conta com a presença dos candidatos dos quatro principais partidos.

À frente nas sondagens o atual líder do Governo, Pedro Sánchez. No entanto, o PSOE, de centro-esquerda deverá ficar aquém da maioria.

Mas os debates de segunda e terça-feira ficam marcados pela polémica.

Tudo porque Santiago Abascal, do partido de direita populista VOX, viu a presença no segundo debate anulada pela comissão eleitoral.

A Comissão O partido VOX não tem representação parlamentar e não pode assim estar presente Os protestos do VOX e dos simpatizantes de nada serviram.

As intenções de voto, na ordem dos 30% para o PSOE e dos 20% para o PP (centro-direita), confirmam que o eleitorado deixa de lado o bipartidarismo.

Partidos como o Ciudadanos (direita liberal), Podemos (esquerda) e VOX (direita populista) deverão obter mais de 10% dos votos e vão pesar nas negociações para a formação de um executivo.

O mesmo acontece com as forças nacionalistas nas regiões autónomas definidas como nacionalidades históricas, como a Catalunha - com a Esquerda Republicana, o País Basco, com o Partido Nacionalista Basco e a Comunidade Valenciana, com o partido valencianista Compromís.