EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Críticas ao fim da derrogação ao comércio de petróleo iraniano

Críticas ao fim da derrogação ao comércio de petróleo iraniano
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A China e a Turquia protestam contra a decisão de Washington de pôr fim à derrogação que permite a vários países comprarem petróleo ao Irão.

PUBLICIDADE

A Turquia e a China criticaram a decisão dos EUA de pôr fim à derrogação das sanções para os países que ainda importam petróleo iraniano.

O ministro turco dos Negócios Estrangeiros, Mevlut Cavusoglu, foi muito duro, afirmando: "Politicamente não está certo. Eticamente não está certo. Em termos comerciais, definitivamente, não está certo. É também contra as leis internacionais de comércio, contra as leis da Organização Mundial do Comércio (OMC) e é arriscado para a estabilidade da região."

A China, que também é um dos principais clientes do Irão, acrescentou que os EUA não têm jurisdição para interferir. "A cooperação da China com empresas iranianas e com o Irão é aberta, transparente, razoável e legal, e deve ser respeitada", declarou o porta-voz do ministro chinês dos Negócios Estrangeiros, Geng Shuang.

A Casa Branca tinha avisado que as derrogações acordadas à China, Índia, Japão, Coreia do Sul e Turquia, após a saída dos Estados Unidos do acordo do nuclear com o Irão, expirariam em maio de 2019.

A decisão de Washington levou a uma queda acentuada da economia iraniana, com a moeda atingir mnimos recordes, a taxa de inflação a quadriplicar e os investidores estrangeiros a abandonarem, de novo, o país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Helicóptero do presidente iraniano faz "aterragem forçada", informa a imprensa estatal

Mísseis houthis atingem petroleiro no Mar Vermelho. Drone americano abatido

Explosão no Golfo de Adém faz aumentar receio de novo ataque dos Houthis