EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Um morto e três feridos em tiroteio em sinagoga nos EUA

Um morto e três feridos em tiroteio em sinagoga nos EUA
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Seis meses depois do ataque a uma sinagoga de Pittsburgh, a comunidade judaica nos EUA volta a sofrer um duro golpe

PUBLICIDADE

O tiroteio numa sinagoga da cidade de Poway, no estado norte-americano da Califórnia, abriu feridas que ainda estavam por sarar nos EUA.

Uma pessoa morreu, este sábado, depois de um homem branco, de 19 anos, irromper no edifício e efetuar disparos com uma arma semiautomática.

Três outras pessoas ficaram feridas, entre elas o rabino, quando se celebrava o último dia da Páscoa judaica.

"Por volta das 11:23 (hora local), um homem adulto entrou no templo de Chabad, na cidade de Poway, Califórnia. Estava armado e abriu fogo sobre as pessoas no interior da sinagoga", sublinhou o xerife do condado de San Diego, William Gore, que identificou o suposto atirador como John Earnest.

O presidente dos EUA, Donald Trump, falou num "crime de ódio" e condenou o antissemitismo: "Quero apresentar as minhas mais sinceras condolências às pessoas que foram afetadas, às famílias, aos entes queridos. Tudo aponta para um crime de ódio. É difícil acreditar."

O alegado autor terá feito uma chamada telefónica a confirmar o envolvimento e, de acordo com a polícia, partilhou a localização. Nas redes sociais também reconheceu ter-se inspirado no massacre de março em duas mesquitas de Christchurch, na Nova Zelândia.

Há seis meses, um outro tiroteio, numa sinagoga de Pittsburgh, na Pensilvânia, provocou a morte de 11 pessoas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tiroteio na Universidade de Carolina do Norte faz dois mortos

Diretora dos Serviços Secretos dos EUA admite que "falhou" na missão de proteger Trump

As notícias do dia | 22 julho 2024 - Noite