A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Washington aumenta a pressão sobre o Irão

Washington aumenta a pressão sobre o Irão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os EUA reforçaram o equipamento militar no Médio Oriente numa mensagem "clara e inequívoca" para o regime iraniano.

O Conselheiro para a Segurança Nacional da Casa Branca tornou claro "que qualquer ataque aos interesses dos EUA ou dos aliados terá uma resposta com uma força implacável." Através de uma declaração, John Bolton ressalvou que os EUA "não estão à procura de uma guerra com o Irão, mas estão amplamente preparados para responder a qualquer ataque", em caso de necessidade.

Neste quadro, os EUA vão destacar um porta-aviões do grupo aéreo naval USS Abraham Lincoln e um caça-bombardeiro para o Comando Central dos EUA para a região.

As relações entre os dois países têm-se deteriorado gradualmente. Em abril, os Estados Unidos declararam a Guarda Revolucionária do Irão uma organização terrorista.