A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Trump classifica guerra comercial com a China de "pequena zanga"

Trump classifica guerra comercial com a China de "pequena zanga"
Direitos de autor
REUTERS/Carlos Barria
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump negou que as conversações comerciais com a China tenham entrado em colapso. Esta terça-feira, perante os jornalistas na Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos da América classificou a guerra comercial entre as duas maiores economias mundiais de "uma pequena zanga".

O otimismo de Trump ocorre numa altura em que o Governo norte-americano prepara o aumento para 25% das tarifas alfandegárias sobre uma vasta lista de produtos chineses, no valor de 300 mil milhões de dólares.

Na rede social Twitter, o presidente norte-americano manteve a agenda "A América Primeiro" pedindo o apoio às empresas norte-americanas para que afastassem os seus negócios da China.

Na segunda-feira, Donald Trump referiu que espera encontrar-se com o congénere chinês, Xi Jinping, na cimeira dos líderes do G20 no Japão, no final do próximo mês.

A tensão entre as duas potências mundiais tem escalado, nos últimos dias. Na semana passada, Pequim anunciou que, em retaliação, iria subir a 1 de junho as taxas aplicadas a 60 mil milhões de dólares de importações dos Estados Unidos.