A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Migrantes do Sea Watch 3 acolhidos em Lampedusa

Migrantes do Sea Watch 3 acolhidos em Lampedusa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os 47 migrantes do navio humanitário Sea Watch 3 foram transferidos para bordo de um navio da guarda costeira italiana para seguirem para o porto de Lampedusa.

De acordo com a agência italiana, ANSA, a operação foi desencadeada depois de o Sea Watch 3 ter sido apreendido pelas autoridades fiscais, alegadamente porque o navio humanitário perturbava a circulação dos barcos que faziam a ligação entre Lampedusa e a Sicília.

As autoridades italianas tinham permitido ontem o desembarque de 18 migrantes - crianças e as suas famílias - bem como de uma mulher com queimaduras, mas o ministério italiano do Interior tinha recusado qualquer possibilidade de desembarque aos restantes migrantes.

O alto comissário das Nacões Unidas para os Direitos Humanos tinha escrito a Matteo Salvini. Ainda este domingo,o ministro tinha afirmado: "Nos últimos dois dias tenho recbido pedidos, para os deixar entrar. A Europa escreveu-me, um juiz escreveu-me, a ONU escreveu-me dizendo que estamos a violar os Direitos Humanos, vários cardeais escreveram. Eu dei a todos a mesma resposta educada: "com a minha permissão ninguém desembarca".