Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Holanda abre eleições europeias

Holanda abre eleições europeias
Tamanho do texto Aa Aa

A Holanda é o primeiro Estado-membro a votar para as eleições europeias. As urnas abriram esta quinta-feira de manhã e em jogo estão 26 lugares no Parlamento Europeu.

O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, já exerceu o direito de voto em Haia. O líder do Partido Popular para a Liberdade e Democracia espera conter a esperada subida dos partidos eurocéticos e de extrema-direita nesta votação.

Geert Wilders, do Partido da Liberdade, é um dos rostos dessa tendência e já depositou o voto na urna. No entanto, a expressão de Wilders na votação holandesa poderá ser ofuscada pelo eurocético e nacionalista Thierry Baudet.

O líder do Fórum para a Liberdade ganhou protagonismo com a vitória nas últimas eleições regionais e ambiciona agora ver o partido - criado em 2015 - eleger eurodeputados pela primeira vez para o Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

Por fim, Jesse Klaver, dos Verdes holandeses, fez-se acompanhar na votação pelo filho recém-nascido ao colo.

Com legítimas aspirações ao lugar de presidente da Comissão Europeia, Frans Timmermans foi igualmente votar esta quinta-feira.

O vice-presidente da Comissão Europeia foi o escolhido do Partido Socialista Europeu, na esperança de ultrapassar o Partido Popular Europeu e de suceder a Jean-Claude Juncker.

As urnas fecham às 21h00 locais, 20h00 em Lisboa, e os resultados devem ser conhecidos somente no domingo.