Última hora
This content is not available in your region

"Operação Oikos" detém futebolistas e dirigentes desportivos

euronews_icons_loading
"Operação Oikos" detém futebolistas e dirigentes desportivos
Tamanho do texto Aa Aa

O mundo do futebol volta a estremecer Espanha. Futebolistas e um dirigente desportivo foram detidos no âmbito de uma investigação a um esquema de viciação de resultados e obtenção de benefícios com apostas desportivas.

A "Operação Oikos", como é conhecida, já levou a 10 detenções, entre elas a de Agustín Lasaosa, presidente do Huesca, da primeira divisão, de Juan Carlos Galindo Lanuza, médico do clube, e do galáctico Raúl Bravo.

O ex-Real Madrid é suspeito de ser o cabecilha da organização, da qual alegadamente também fazem parte Borja Fernandez do Real Valladolid, o ex-jogador Carlos Aranda, Samu Saiz do Getafe, e Íñigo López, atualmente no Deportivo da Corunha.