Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"Operação Oikos" detém futebolistas e dirigentes desportivos

"Operação Oikos" detém futebolistas e dirigentes desportivos
Tamanho do texto Aa Aa

O mundo do futebol volta a estremecer Espanha. Futebolistas e um dirigente desportivo foram detidos no âmbito de uma investigação a um esquema de viciação de resultados e obtenção de benefícios com apostas desportivas.

A "Operação Oikos", como é conhecida, já levou a 10 detenções, entre elas a de Agustín Lasaosa, presidente do Huesca, da primeira divisão, de Juan Carlos Galindo Lanuza, médico do clube, e do galáctico Raúl Bravo.

O ex-Real Madrid é suspeito de ser o cabecilha da organização, da qual alegadamente também fazem parte Borja Fernandez do Real Valladolid, o ex-jogador Carlos Aranda, Samu Saiz do Getafe, e Íñigo López, atualmente no Deportivo da Corunha.