A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Tribunal húngaro acusa capitão de "negligência criminosa"

Tribunal húngaro acusa capitão de "negligência criminosa"
Direitos de autor
REUTERS/Marko Djurica
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na capital húngara, Budapeste, o tribunal acusou este sábado o capitão de um barco de cruzeiro fluvial envolvido numa colisão com outra embarcação no rio Danúbio de "negligência criminosa numa via pública navegável".

Durante a audiência contudo, o capitão ucraniano de 64 anos recusou assumir a responsabilidade pelo incidente ocorrido na quarta-feira passada.

"A essência da nossa defesa é que o capitão não cometeu qualquer erro de navegação. Ele já prestou declarações detalhadas enquanto testemunha e mantém o que disse. Na minha opinião faltam muitos dados neste procedimento para avaliar quem cometeu erros e até que ponto" afirmou o advogado de defesa Gabor Elo antes da audiência.

O incidente ocorrido na quarta-feira passada resultou na morte de pelo menos sete pessoas. Há 21 pessoas que ainda estão desaparecidas.

Os esforços de resgate foram retomados este sábado depois de interrompidos na sexta-feira devido a correntes fortes e águas turvas provocadas por chuvas intensas.

A maioria das vítimas são turistas sul-coreanos.