Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

75° aniversário do Desembarque: Homenagem aos veteranos

75° aniversário do Desembarque: Homenagem aos veteranos
Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes do mundo livre prestaram homenagem aos veteranos que participaram na Segunda Guerra Mundial, 75 anos depois do desembarque na Normandia, que marcou o princípio do fim do domínio nazi na Europa.

Em Portsmouth, coube à rainha Isabel II de Inglaterra agradecer aos soldados que participaram no desembarque.

"É com humildade e prazer, em nome de todo o país e mesmo de todo o mundo livre, que vos digo a todos. Obrigada!!", afirmou a soberana.

O presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, leu, por seu turno, uma oração de Franklin Roosvelt pelos americanos, proferida a 6 de junho de 1944.

"Deus todo-poderoso, filhos nossos, orgulho da nação, este dia foi para vós de um grande esforço. Uma luta para preservar a nossa república, a nossa religião e a nossa civilização, e libertar uma humanidade em sofrimento"

A primeira-ministra britânica, Theresa May, leu uma carta enviada pelo capitão britânico Skinner à mulher, a 3 de junho de 44, pouco antes do desembarque.

"Os meus pensamentos neste momento, nesta maravilhosa tarde de sábado, estão com todos vós. Ainda que eu desse tudo para estar com vocês, não tenho qualquer vontade de renunciar à missão que temos para cumprir".

Emmanuel Macron, o presidente francês, leu a carta de Henri Fertet, um resistente executado em 1943, com apenas 16 anos: "Adeus, a morte chama-me. Não quero nem vendas, nem as mãos atadas. Deixo beijos para todos. É duro morrer. Mil beijos. Viva a França!"

As cerimónias comemorativas do desembarque tiveram início esta quarta-feira em Portsmouth, em Inglaterra, e prosseguem na quinta-feira, em França.