Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

O adeus de Theresa May a Downing Street

O adeus de Theresa May a Downing Street
Tamanho do texto Aa Aa

É o último dia de Theresa May enquanto Primeira-ministra do Reino Unido e líder dos Conservadores. May manter-se-á no cargo, interinamente, até ser escolhido um sucessor.

As dificuldades para chegar a um acordo "ordenado" com Bruxelas, para a saída do Reino Unido da União Europeia, ditaram o destino da segunda mulher a chefiar o governo do país.

Foram meses de grandes desafios e provações, para Theresa May, para fazer aprovar, pelo Parlamento britânico, o seu acordo. Com contendas de bastidores, mesmo no seio dos Conservadores, onde começava a desenhar-se uma força, cada vez maior, de oposição. O peso do parlamento empurrou-a para a porta de saída mostrando quem tem a última palavra:

"O Parlamento não deixará de estar no centro do processo de tomada de decisão sobre o Brexit. Isso não vai acontecer. É tão óbvio que quase nem precisa de ser dito. É assim e será assim", afirmou ao Parlamento John Bercow, porta-voz da Câmara dos Comuns.

O novo líder dos conservadores e novo primeiro-ministro será anunciado a 22 de julho, três meses antes da data marcada para o Brexit. Boris Johnson diz ser o sucessor natural de Theresa May apesar de toda a controvérsia à sua volta.

Ainda assim, não é o único a querer chegar a Downing Street, são aliás onze os candidatos. Michael Grove, atual Secretário para o Meio Ambiente é um deles. Grove é, claramente, o candidato "anti-Boris Johnson", e é muito provável que consiga reunir os votos para ir avançando na corrida.

Já Dominic Raab, ex-secretário para o Brexit, é o terceiro na lista de preferências dos Conservadores, de acordo com as sondagens. O seu ponto fraco é, naturalmente, o seu papel que desempenhou nas negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia.

Entre os cinco candidatos que estão na linha da frente na sucessão a May, ainda que na cauda, e todos eles homens, estão Jeremy Hunt, atual Secretário para os Negócios Estrangeiros e Sajid Javid, forte defensor da imigração.