A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Madrid vira à direita. Barcelona mantém-se à esquerda

Madrid vira à direita. Barcelona mantém-se à esquerda
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

José Luis Martínez-Almeida, do Partido Popular, foi este sábado eleito presidente da Câmara de Madrid.

Uma "geringonça" de direita viabilizou o novo executivo municipal. O PP teve o apoio dos liberais do Cidadãos e da extrema-direita do Vox. O entendimento com o Vox já foi questionado nas famílias políticas europeias.

Martínez-Almeida sucede no cargo a Manuela Carmena, uma antiga magistrada e ex-militante comunista, eleita em 2015 com o apoio do PSOE.

Barcelona, mantém-se à esquerda. Ada Colau tomou posse para um segundo mandato.

A presidente da Câmara, líder de uma plataforma de partidos e movimentos de extrema-esquerda, garantiu o apoio do PSOE e do antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls. Um entendimento com o objetivo de impedir que o lugar fosse entregue a um candidato pró-independência.