EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Sara Netanyahu multada por tribunal

Sara Netanyahu multada por tribunal
Direitos de autor Debbie Hill/Pool via REUTERS
Direitos de autor Debbie Hill/Pool via REUTERS
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A mulher do primeiro ministro israelita, Benjamin Netanyahu, foi multada por utilização indevida de fundos públicos.

PUBLICIDADE

Sara Netanyahu foi condenada a pagar uma multa de mais de 13 mil euros por utilização indevidamente de cerca de 89 mil euros de fundos do Estado, valor reduzido para menos de 50 mil, após se chegar a um consenso. Trata-se do primeiro acordo judicial alcançado entre acusação e acusada e aceite por um tribunal de Jerusalém.

De acordo com a Procuradoria a mulher do primeiro-ministro de Israel, acusada de abrir contas em restaurantes de luxo quando o Estado israelita tinha contratado um chefe, a tempo inteiro, para a residência oficial do primeiro-ministro - pagará multas adicionais até o caso estar encerrado. Sara Netanyahu tem ainda de responder a acusações de maltratar funcionários.

Também o seu marido, Benjamin Netanyahu enfrenta acusações, mas num processo diferente. Está indiciado num caso de alegada corrupção, fraude e quebra de confiança por troca de favores com empresários.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Benjamin Netanyahu diz ser alvo de perseguição política

Julgamento de cinco jovens israelitas no Chipre por alegada violação coletiva

Supremo Tribunal de Israel analisa contestação à reforma judicial