A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Khan responde a ataque de Trump

Khan responde a ataque de Trump
Direitos de autor
REUTERS/Dylan Martinez/Arquivo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Sadiq Khan respondeu esta segunda-feira ao mais recente ataque de Donald Trump.

O presidente da Câmara de Londres afirmou que o presidente norte-americano se limitou a fazer eco dos comentários de uma "ativista da extrema-direita" britânica. Kahn disse que não pretende "responder à letra ao que disse Donald Trump", preferindo "concentrar energias em tentar fazer o possível para manter a cidade segura. E [Londres] é bastante mais segura do que muitas outras cidades que estão a cargo de Trump".

No sábado, Trump classificou Kahn de um "desastre", republicando no Twitter uma mensagem da polémica comentadora Katie Hopkins, que apelidava a capital do Reino Unido de "Stab City", depois de se terem registado três assassinatos e vários esfaqueamentos em Londres no espaço de 24 horas.

A animosidade entre os dois líderes não é recente. Antes da visita do presidente dos Estados Unidos a Londres, no início do mês, Khan tinha afirmado que era um erro "estender o tapete vermelho" a Trump.