Última hora

Tribunal austríaco autoriza extradição de Dmytro Firtash

Tribunal austríaco autoriza extradição de Dmytro Firtash
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Dmytro Firtash está mais perto de ser extraditado Um tribunal austríaco aprovou a extradição do magnata ucraniano para os Estados Unidos, onde enfrenta acusações de corrupção. Firtash é uma figura próxima do antigo presidente pró-russo Viktor Yanukovich, deposto em 2014 e fez fortuna a vender gás russo às autoridades da Ucrânia. É também um antigo parceiro do ex-diretor de campanha de Donald Trump Paul Manafort, entretanto condenado por fraude fiscal e bancária.

Firtash está indiciado pela justiça norte-americana por alegados subornos pagos a membros das autoridades indianas para lhe facilitar o acesso a minerais de que precisava para o fabrico de produtos à base de titânio. A decisão final está nas mãos ao ministro da justiça austríaco Clemens Jabloner, que faz parte do governo de gestão que governa a Áustria até às eleições de setembro.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.